• Anonymous
  • Pesquisar
    Pesquisa personalizada

  • Patrocinador
FORCALIVRE!

MILITEC NO MOTOR, COMPENSA????

Dúvidas e informações sobre motor, carburação e câmbio.
  • Patrocinador
RONCO!

Se sabe o que é, aconselharia MILITEC?

Sim, aconselho MILITEC.
6
32%
Não, eu não acho que seja bom.
5
26%
Que porcaria é essa de MILITEC. É de comer?
8
42%
 
Total de votos : 19

Mensagempor ISAAC DE BSB » 20 Out 2006, 13:24

Alguém já ouviu falar sobre esse tal de MILITEC, uma espécie de aditivo p/ o óleo do motor. Eu ouvi falar muito bem e gostaria de saber a opinião dos colegas aqui do Clube. Aconselharia o uso? Sabe se tem alguma contra indicação? Funciona mesmo? Prolonga a vida útil do motor?
Quem nunca ouviu falar é só procurar no GOOGLE o site oficial digitando MILITEC. Lá explica o que é, como usar, onde aplicar, etc...
Vamos comentar, parece ser interessante.
Valeu...
Imagem
"BRUTO, RÚSTICO e SISTEMÁTICO"
61-9559-7370 (Claro) 61-8210-9636 (Tim e zap zap)
Avatar do usuário
ISAAC DE BSB
Zelador
Zelador
 
XL700V Transalp
Valparaíso do DF/DF

Mensagempor ClesioW » 20 Out 2006, 14:02

AMIGO ISAAC

Este "aditivo" foi praticamente descoberto na europa nos anos 20 ou 30, proximo da Alemanha, ou nela, não sei direito, (o alemão que me contou a história, não lembrava bem, ex piloto de caça), existia uma mina de estração de ferro, em que os "vagonetes" carrinhos que eram usados sobre trilhos para transportar o minério, não sofriam desgastes do rodado, coisa que era muito comum em todas as outras minas, viviam tendo que trocar as rodas.

Quando do desenvolvimento da II Guerra, os alemães passaram a ter dificuldades durante um tempo, quando a inglaterra desenvolveu o caça spitfire, os alemães não conseguiam voar na mesma velocidade. O meio mais rapido de acabar com o avião inimigo era atira direto no bloco do motor.
Com isso o óleo ia embora e menos um inimigo no ar.
Daí um piloto que tinha morado perto da mina mágica, lembrou do pó que preserva a roda dos vagonetes da mina.

Não teve dúvida encheu o tanque de óleo do avião misturando o pó e fazendo uma pasta.

Quando os ingleses furavam o motor dele, (12 cilindros), mesmo sobrando 3 ou 4 cilindros e nenhum óleo, o avião continuava voando sem fundir o motor. Caso sobrassem mais cilindros ainda dava combate.

PRO AVIÃO ERA UMA BELEZA, =D> =D> O B A E N T Ã O V A M O S E NCHER O CARTE DA MOTOCA. :D ...

[-X [-X [-X [-X ESPERA , AUTO LÁ..... TEM UM PROBLEMA, QUALQUER ADITIVO QUE AUMENTE O DESLIZAMENTO DE METAIS, IRÁ CRIAR UM PROBLEMA NA EMBREAGEM QUE É BANHADA A ÓLEO.

Serve somente para moto BMW, alemã que tem embreagem seca, nem as BM 650 com motor italiano não podem usar... :-! :-!
Viver feliz é uma opção pessoal.

Antes de pilotar visite "
http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... =0&start=0

Conheça tambem a minha TENERE ZERO KM http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... highlight=
Avatar do usuário
ClesioW
Matraca
Matraca
 
Ténéré 2TY
ctba/Araraquara/Ctba_PR/PR

Mensagempor BETO COLINAS » 20 Out 2006, 14:17

Cara, te respeitei =D> =D> =D> =D>
Gostei da resposta a respeito deste assunto. :-!
Beleza :cool: :-! :-! :-! :-!
Um abraço.
"Quem gosta de motorzinho, é dentista"
Avatar do usuário
BETO COLINAS
In Memoriam
In Memoriam
 
XT600E 4MW
COLINAS/RS

Mensagempor ClesioW » 20 Out 2006, 15:05

Háa o "metal" ou composto quimico , que fazia o milagre chama-se molibidenio.
Viver feliz é uma opção pessoal.

Antes de pilotar visite "
http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... =0&start=0

Conheça tambem a minha TENERE ZERO KM http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... highlight=
Avatar do usuário
ClesioW
Matraca
Matraca
 
Ténéré 2TY
ctba/Araraquara/Ctba_PR/PR

Mensagempor ISAAC DE BSB » 20 Out 2006, 16:23

Meu brother,
Chego a arrepiar com a historinha que vc contou. PUTZ, Vale até um tópico maior. Muito obrigado pela sua colaboração preciosa. É por isso que esse CLUBE se torna cada vez mais interessante, somos nós quem fazemos esta parceria inigualável. :-! :-!
VALEUUUUUUU.......... [-o< [-o<
Imagem
"BRUTO, RÚSTICO e SISTEMÁTICO"
61-9559-7370 (Claro) 61-8210-9636 (Tim e zap zap)
Avatar do usuário
ISAAC DE BSB
Zelador
Zelador
 
XL700V Transalp
Valparaíso do DF/DF

Mensagempor Caron » 20 Out 2006, 17:46

Caraca!!! :lol:

Sua idade no perfil esta errada!!! :x :x

vc deve ter uns 70 anos!!!! hehehehehehehe 8-) 8-) 8-) 8-)

Mandou bem nessa resposta!!!!!! :-! :-!
" VERMES DE JACOB "
LIBERDADE MOTOCICLETA ROCK'N ROLL
Avatar do usuário
Caron
Colaborativo
Colaborativo
 
XT600E 4MW
Santo André/SP

Mensagempor LeandroPereira » 20 Out 2006, 18:04

Aêê ISAAC só agora você ouviu falar no tal do MILITEC \:D/ , realmente é um aditivo sintético de cor dourada muito poderoso, ele reage nas moléculas da estrutura metálica, uso na minha potranca 660 :-! , na proporção indicada pelo mecânico da concessionária.

Somente utilizo o aditivo em duas em duas trocas de óleo, se coloca da seguinte forma: Na troca de óleo normal adiciona-se o MILITEC, ou seja, o nível do óleo na vareta será um pouco mais alto, o motor irá absorver por completo este aditivo penetrando em todas as peças do motor, baixando o nível ao patamar normal conforme indicação do manual,

Proporcionando um aumento de resistência ao atrito interno das peças, vou utiliza-lo também para banhar o pinhão, coroa e corrente numa panela a 80 graus como manda a concessionária.

A proporção é a seguinte 4 litros de óleo para 200 ml de aditivo, como no motor da 660 vai 2.8 litros de óleo eu coloquei 140 ml de MILITEC, como o MILITEC vem num frasquinho de 200 ml sobrou a proporção exata para utilizar no KIT corrente. :-!
2006/07: Fortaleza(Jeri)12500km
2007/08: Uruguai+Argentina+Chile(Patagônia)17000km
2008/09: Paraguai+Bolívia+Chile+Argentina(Dakar) 12000km
2010/11: Transpantaneira 5000km
2011/12: Argentina+Bolivia+Perú(selva Peruana)15100km
2012: Jalapão5900km
2013: Jalapão6805km
Avatar do usuário
LeandroPereira
Zelador
Zelador
 
XT660R
Brusque/SC

Mensagempor Clandio » 20 Out 2006, 18:17

Lim um teste da Motorshow (carros mesmo), onde entre vários aditivos o militec estava entre eles.
O que apurou-se é que, no caso específico do militec, NENHUMA MELHORA no desempenho ou redução de consumo. Como redutor de atrito uma leve melhora de desempenho ou redução de consumo era esperada. Testes em dinamômetros e de rodagem.

Questionados os fabricantes, pois os resultados foram pífios, a Militec, alegou que seu produto precisa rodar dentro do motor por +/- 5mil km para que possa aderir as paredes interna do motor.
Como, acredito que a maioria do Clube, não deixa o óleo por 5mil km sem troca, teoricamente ele não produziria o efeito desejado. Com base nas informações do fabricante à revista.

Utilizei, tanto no meu carro quanto na minha pick-up (diesel), e o único efeito que percebi foi aumentar o custo da troca de óleo. Como viajo bastante, trocando óleo com 10 mil km ou seis meses, sempre em estrada, fora o custo adicional do produto nenhuma outra mudança.

Não recomendo!
A melhor viagem é aquela que se volta inteiro, pra contar pros que ficaram...
Liberdade é disciplina com responsabilidade.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid ... =3&theater
Avatar do usuário
Clandio
Mega-blaster Falador
Mega-blaster Falador
 
Tiger 1050
Blumenau/SC

Mensagempor Fabio&Sonia » 23 Out 2006, 19:37

Oi ClesioW,

desculpe-me, mas você está fazendo uma confusão. O aditivo que usa molibdênio é o MOLITEC. Esse que o Isaac citou é o MILITEC. O Militec é um líquido bem fino e não é aditivo. Ele só usa o óleo como meio de transporte para aderir as partes metálicas do motor. É um enrijecedor de metais e redutor de atrito.

Eu já usei no carro e percebi uma redução de ruído no motor, mas o consumo ficou igual.

Na moto já experimentei na minha Té, mas não recomendo pois a embreagem começou a patinar. :-D

[ ]'s
Imagem
Avatar do usuário
Fabio&Sonia
Falador
Falador
 
R 1200 GS
Uberaba/MG

Mensagempor LeandroPereira » 23 Out 2006, 22:33

[quote="Fabio&Sonia"]Oi ClesioW,

desculpe-me, mas você está fazendo uma confusão. O aditivo que usa molibdênio é o MOLITEC. Esse que o Isaac citou é o MILITEC.

Na moto já experimentei na minha Té, mas não recomendo pois a embreagem começou a patinar. :-D

Estou utilizando na 66 e a embreagem não está sofrendo nenhum sintoma, está tudo normalizado por em quanto, a única diferença notada é um forte cheiro exalado do motor quando está bem aquecido, já os gases espulsos pelo escapamento também não se percebe diferença de odores. É estranho, mais é isso que notei :-!

Abraços.
2006/07: Fortaleza(Jeri)12500km
2007/08: Uruguai+Argentina+Chile(Patagônia)17000km
2008/09: Paraguai+Bolívia+Chile+Argentina(Dakar) 12000km
2010/11: Transpantaneira 5000km
2011/12: Argentina+Bolivia+Perú(selva Peruana)15100km
2012: Jalapão5900km
2013: Jalapão6805km
Avatar do usuário
LeandroPereira
Zelador
Zelador
 
XT660R
Brusque/SC

Mensagempor ClesioW » 23 Out 2006, 23:01

Valeu Galera :oops:

o MOLITEC eu tambem conheço, a intenão foi a de dar uma atenção para o efeito sobre a embreagem, entretanto alguem aí tem um frasco do tal MILITEC, para dar uma olhada na composição quimica ? :-!

Já o avião eu não conheci pessoalmente não , só conhecí o piloto, eheheh, a idade no perfil esta correta Ok Caron :x
Viver feliz é uma opção pessoal.

Antes de pilotar visite "
http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... =0&start=0

Conheça tambem a minha TENERE ZERO KM http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... highlight=
Avatar do usuário
ClesioW
Matraca
Matraca
 
Ténéré 2TY
ctba/Araraquara/Ctba_PR/PR

Mensagempor kickdown » 23 Out 2006, 23:09

Oi pessoal, vou meter mais uma colher no tal pózinho..

1) O nome técnico é BISSULFETO de MOLIBDÊNIO ( MOs )
2) O nome fantasia mais conhecido vem do seu fabricante americano,
MOLYKOTE. È vendido para misturar com oleo de motor, de caixa e de diferencial. Trata-se de um aditivo E.P. ( extrema pressão ) que quando se rompe o filme de oleo, ele age como um aditivo sólido identico ao grafite, porém ao contrario desta, com alta temperatura ( + ou _ 400 graus cent,), não se transforma em abrasivo. Funciona excepcionalmente bem, mas não é necessário devido ao alto grau de aditivação dos oleos modernos de motor. NÃO pode ser usado em motor e caixa de motos devido á embreagem.
3) O militec utiliza aditivos, inclusive a base de TEFLON, e junto com oleos de motor com boa aditivação perde a função. Não pode ser utilizado no cárter de motoclicletas. Os testes com este produto não mostraram nenhuma vantagem significativa.

OBS. Se quiser triplicar a vida de uma corrente de transmissão, é só usar dentro dos o`rings graxa de lítio com BISSULFETO com um mínimo de 5%. O problema que é cara pacas. è de uso obrigatório em BALL-JOINTS e rolamentos de rodas de carros de corrida.

Abraços a todos
KICKDOWN
NA DÚVIDA, ACELERA!!!
Avatar do usuário
kickdown
Colaborativo
Colaborativo
 
XT600E 3TB
Santos/SP

Mensagempor LeandroPereira » 23 Out 2006, 23:16

[quote="ClesioW"]Valeu Galera :oops:

o MOLITEC eu tambem conheço, a intenão foi a de dar uma atenção para o efeito sobre a embreagem, entretanto alguem aí tem um frasco do tal MILITEC, para dar uma olhada na composição quimica ? :-!

Aííí vai preste atenção... Hidrocarbonetos sintéticos, aditivos estabilizadores e éster clorados reagidos quimicamente, totalmente estaveis. Não é toxico e não é inflamável.

Não contém parafinas cloradas, PTFE, solventes, metais, grafites, nem outros sólidos quaisquer.

Ajudou ou complicou? Eu não entendi mas estou em fase de teste com o produto ainda. :-!

Há não mencionei mas na tarja dis que não pode ser ingerido 8-)
2006/07: Fortaleza(Jeri)12500km
2007/08: Uruguai+Argentina+Chile(Patagônia)17000km
2008/09: Paraguai+Bolívia+Chile+Argentina(Dakar) 12000km
2010/11: Transpantaneira 5000km
2011/12: Argentina+Bolivia+Perú(selva Peruana)15100km
2012: Jalapão5900km
2013: Jalapão6805km
Avatar do usuário
LeandroPereira
Zelador
Zelador
 
XT660R
Brusque/SC

Mensagempor ClesioW » 23 Out 2006, 23:16

Valeu Kickdown!

Esclarecedor e técnico, tens o meu respeito :smt038

Abraço
Viver feliz é uma opção pessoal.

Antes de pilotar visite "
http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... =0&start=0

Conheça tambem a minha TENERE ZERO KM http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... highlight=
Avatar do usuário
ClesioW
Matraca
Matraca
 
Ténéré 2TY
ctba/Araraquara/Ctba_PR/PR

Mensagempor ClesioW » 23 Out 2006, 23:23

Há não mencionei mas na tarja dis que não pode ser ingerido




Gente, uahc uach eheheh, ohohoho ihihihi, seis são muito divertidos, ainda bem , ultimamente só to podendo "andar " no forum , já que a TE continua desmontada ainda. :-!
Viver feliz é uma opção pessoal.

Antes de pilotar visite "
http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... =0&start=0

Conheça tambem a minha TENERE ZERO KM http://www.forumxt600.com.br/forum/view ... highlight=
Avatar do usuário
ClesioW
Matraca
Matraca
 
Ténéré 2TY
ctba/Araraquara/Ctba_PR/PR

Mensagempor TÉCNICO » 14 Mar 2007, 20:37

Oi pessoal... olha existe um conceito sobre MILITEC e o CARBONO...e alguns amigos estão deixando margem para interpretações não corretas.Ou seja MILITEC é um bom produto,boa qualidade,fiz teste para eu me certificar,e também fiz testes com o CARBONO... e os dois são muito bom...A diferença entre MILITEC e CARBONO E QUE O carbono RESISTE mais dentro do MOTOR,vai além...outrossim...CARBONO não tira FOLGAS do MOTOR,mesmo porque a folga do motor após amaciado é bem maior do que o tamanho do floco de CARBONO,isso é totalmente errado.E isso de AUMENTAR A VISCOSIDADE DO ÓLEO,qualquer produto pode fazer isso menos o CARBONO,ele apenas não deixa expandir o desgaste...ESTACIONA após a aplicação.... EU estou pesquisando mais,e se alguém tiver interesse em compartilhar comigo desta pesquisa,podemos o fazer.
ABK IND.COM.REP.IMP.EXP. DE PRODUTOS ESPECIAIS LTDA.
TÉCNICO
Moita
Moita
 
XTZ750 Super
Porto Alegre/RS

Mensagempor TÉCNICO » 14 Mar 2007, 20:44

é isso pessoal,reduzir ATRITO,significa evitar o DESGASTE,mas tudo o que é demais prejudica....PRODUTOS ALTAMENTE DESLIZANTE,não podem ser usados em sistemas de fragem....
ABK IND.COM.REP.IMP.EXP. DE PRODUTOS ESPECIAIS LTDA.
TÉCNICO
Moita
Moita
 
XTZ750 Super
Porto Alegre/RS

Mensagempor TÉCNICO » 17 Mar 2007, 17:52

kickdown escreveu:Oi pessoal, vou meter mais uma colher no tal pózinho..

1) O nome técnico é BISSULFETO de MOLIBDÊNIO ( MOs )
2) O nome fantasia mais conhecido vem do seu fabricante americano,
MOLYKOTE. È vendido para misturar com oleo de motor, de caixa e de diferencial. Trata-se de um aditivo E.P. ( extrema pressão ) que quando se rompe o filme de oleo, ele age como um aditivo sólido identico ao grafite, porém ao contrario desta, com alta temperatura ( + ou _ 400 graus cent,), não se transforma em abrasivo. Funciona excepcionalmente bem, mas não é necessário devido ao alto grau de aditivação dos oleos modernos de motor. NÃO pode ser usado em motor e caixa de motos devido á embreagem.
3) O militec utiliza aditivos, inclusive a base de TEFLON, e junto com oleos de motor com boa aditivação perde a função. Não pode ser utilizado no cárter de motoclicletas. Os testes com este produto não mostraram nenhuma vantagem significativa.

OBS. Se quiser triplicar a vida de uma corrente de transmissão, é só usar dentro dos o`rings graxa de lítio com BISSULFETO com um mínimo de 5%. O problema que é cara pacas. è de uso obrigatório em BALL-JOINTS e rolamentos de rodas de carros de corrida.

Abraços a todos
KICKDOWN
ABK IND.COM.REP.IMP.EXP. DE PRODUTOS ESPECIAIS LTDA.
TÉCNICO
Moita
Moita
 
XTZ750 Super
Porto Alegre/RS

Mensagempor SERINI » 18 Mar 2007, 00:03

BEM!
Eu li num artigo que este produto fui usado na guerra entre EUA E IRAQUE ! os americanos estavam tendo problema demais com os motores fundidos por causa da temperatura e falta de agua !
entao eles começaram usar o militec nos motores. drenavam todo oleo e usavam eles a seco ! dirigiam o dia todo com o carter seco! abriam o motor e nao tinha nem desgaste de aneis! e incrivel!
bem era isso!
valeu
SERINI
Moita
Moita
 
Ténéré 2VG
guaiba/RS

Mensagempor jarraum » 25 Jun 2007, 12:57

votei q uso e recomendo, a embreagem da moto não patina nada.
Pelo menos na 225 :D
TDM 225 Prata 2004
RD 135z Preta 1992
Neo CVT 115 Azul 2008
CB 500f Dourada 1976
Avatar do usuário
jarraum
Falador
Falador
 
Brusque/SC


 

Mensagempor John Bonham » 26 Set 2007, 13:31

jarraum escreveu:votei q uso e recomendo, a embreagem da moto não patina nada.
Pelo menos na 225 :D


Vc está usando o molitec ou o militec? e qual a proporção que vc coloca junto ao óleo de motor? e qual a periodicidade que vc o adiciona? a cada duas trocas? Grato.
Teneré 90, cor branca, carenagem integrada e dois faróis - espetáculo de moto!
Avatar do usuário
John Bonham
Colaborativo
Colaborativo
 
Ténéré 2VG
campo grande/MS

Mensagempor jarraum » 01 Nov 2007, 23:46

John Bonham escreveu:
jarraum escreveu:votei q uso e recomendo, a embreagem da moto não patina nada.
Pelo menos na 225 :D


Vc está usando o molitec ou o militec? e qual a proporção que vc coloca junto ao óleo de motor? e qual a periodicidade que vc o adiciona? a cada duas trocas? Grato.


demorei? hehe
MILITEC - 1 eu uso.
coloquei no caso da TDM + - 80 ml, a troca de óleo é apenas 1 litro, mas dai tem o total de óleo que deve ser em torno de 1,2 litros.
o recomendado é 60 ml por litro.
Só coloquei uma vez ainda, lá fala em colocar a cada 10 mil km.
tá ai a dica :)
TDM 225 Prata 2004
RD 135z Preta 1992
Neo CVT 115 Azul 2008
CB 500f Dourada 1976
Avatar do usuário
jarraum
Falador
Falador
 
Brusque/SC


 

Mensagempor boi » 02 Nov 2007, 01:24

ClesioW escreveu:AMIGO ISAAC

Este "aditivo" foi praticamente descoberto na europa nos anos 20 ou 30, proximo da Alemanha, ou nela, não sei direito, (o alemão que me contou a história, não lembrava bem, ex piloto de caça), existia uma mina de estração de ferro, em que os "vagonetes" carrinhos que eram usados sobre trilhos para transportar o minério, não sofriam desgastes do rodado, coisa que era muito comum em todas as outras minas, viviam tendo que trocar as rodas.

Quando do desenvolvimento da II Guerra, os alemães passaram a ter dificuldades durante um tempo, quando a inglaterra desenvolveu o caça spitfire, os alemães não conseguiam voar na mesma velocidade. O meio mais rapido de acabar com o avião inimigo era atira direto no bloco do motor.
Com isso o óleo ia embora e menos um inimigo no ar.
Daí um piloto que tinha morado perto da mina mágica, lembrou do pó que preserva a roda dos vagonetes da mina.

Não teve dúvida encheu o tanque de óleo do avião misturando o pó e fazendo uma pasta.

Quando os ingleses furavam o motor dele, (12 cilindros), mesmo sobrando 3 ou 4 cilindros e nenhum óleo, o avião continuava voando sem fundir o motor. Caso sobrassem mais cilindros ainda dava combate.

PRO AVIÃO ERA UMA BELEZA, =D> =D> O B A E N T Ã O V A M O S E NCHER O CARTE DA MOTOCA. :D ...

[-X [-X [-X [-X ESPERA , AUTO LÁ..... TEM UM PROBLEMA, QUALQUER ADITIVO QUE AUMENTE O DESLIZAMENTO DE METAIS, IRÁ CRIAR UM PROBLEMA NA EMBREAGEM QUE É BANHADA A ÓLEO.

Serve somente para moto BMW, alemã que tem embreagem seca, nem as BM 650 com motor italiano não podem usar... :-! :-!


Como diria meu amigo Zeca Bala estória linda :)T
Gostei :-! :-! :-! :-! :-! :-!
Avatar do usuário
boi
Colaborativo
Colaborativo
 
Ténéré 2TY
são paulo/SP


Voltar para Motor





  • Patrocinador
DLIVE!